30 de junho de 2011

Loucura


É loucura odiar todas as rosas apenas porque uma te espetou ou entregar todos os seus sonhos porque um deles não se realizou.

É loucura perder a fé em todas as orações porque em uma ainda não foste atendido ou desistir de todos os esforços porque um deles fracassou...

É loucura condenar todas as amizades e todos os amores apenas porque um deles te foi infiel. Loucura maior ainda é jogar fora todas as chances de ser feliz porque um tentativa não deu certo.

Espero que na tua caminhada não cometas estas loucuras! Lembrando que sempre há uma outra chance; uma outra amizade; um outro amor. Sempre há nova força...

É só ser perseverante e procurar ser mais feliz a cada dia.

28 de junho de 2011

Amor que não conheço



Preciso acreditar que vou te encontrar
Você tão linda, rosto não conheço
Que pinta meus sonhos de um brilhar
Uma luz radiante que não tem preço

Um sonho incomum numa vida sem cor
De infelicidades e desilusões malditas
Uma busca cega por esse tal de amor
Onde a força da pior dor se exercita

Busco forças em um amor desconhecido
Para prosseguir num caminho perigoso
Rumo ao coração, lugar já esquecido
Onde reside meu lado a muito ansioso

Ansioso por encontrar a ti meu destino
Minha promessa já antiga de felicidade
Que me transforma às vezes em menino
Menino que para o amor não tem idade

Venha pintar por completo meus sonhos
Já me transtorna essa tal necessidade
De tal sentimento já até me envergonho
Por não resistir o que a muito é verdade

A verdade que a todos coube, menos a mim
De que a solidão é minha maior companheira
Que sem um começo se aproxima um fim
De uma verdade que não existiu verdadeira

Antes que um fim sem começo se antecipe
Devo te encontrar e contigo meu objetivo
Objetivo que não conheço, mas existe
Em meu sonho, sonho que em mim cultivo

Pois mas ninguém precisa sentir essa dor
Só a mim cabe esse tão enorme sofrer
Sofrer por viver e sentir tamanho amor
Um amor que ainda não pude conhecer

27 de junho de 2011

Eu te amo, mas você não sabe

Esse poema é a tradução de um conhecido poema árabe, apesar de intensa procura não achei o nome do autor.

Ao seu lado e atrás de você,
Seus olhos não me veêm, e seu coração não me sente...

Eu te amo, mas você não sabe.
Como um ladrão que rouba a visão
Tenho medo de dizer que te amo
Tenho medo de te perder
Tenho medo de escutar um não.

Se eu pudesse gritar e fazer com que o mundo todo saiba que eu...
Te amo! Te amo! Te amo!
Mas você não sabe.

Eu te amo... Eu te amo, mas você não sabe.
Você não sabe o que eu sinto quando vejo você com outra pessoa.
Meu coração queima e enlouquece quando passa o dia e eu não te vejo
Eu te amo como nunca amei ninguém
Te amo mas você não sabe.

Você nunca ouve meu coração
Você nunca me viu ao seu lado
Sou sua sombra, mas você nunca percebeu isso!
Estou na sua vida
E logo você saberá o quanto te amo.

23 de junho de 2011

Máximas 3


"Se todas as moças do mundo fossem minhas eu as trocaria por açucar e daria todo o açucar para aquela que fosse mais especial para mim." Papageno (Mozart - A Flauta Mágica)

-------------------------------------------------------------------------------------

"Eis minha dama. Oh, sim! É o meu amor. Se ela soubesse disso! Ela fala; contudo, não diz nada. Que importa? Com o olhar está falando. Vou responder-lhe. Não; sou muito ousado; não se dirige a mim: duas estrelas do céu, as mais formosas, tendo tido qualquer ocupação, aos olhos dela pediram que brilhassem nas esferas, até que elas voltassem." Romeu (Shakespeare - Romeu e Julieta)

-------------------------------------------------------------------------------------

"Minha amada, hoje colocarei o mundo aos seus pés." Erik (Gaston Leroux - O Fantasma da Ópera)

-------------------------------------------------------------------------------------

Aprendemos a amar não quando encontramos a pessoa perfeita, mas quando aprendemos a ver perfeitamente uma pessoa imperfeita.

19 de junho de 2011

Aprendi

Finalmente mais uma atualização!
Depois de uma semana vocês merecem algo especial.


Aprendi que eu não posso exigir o amor de ninguém, posso apenas dar boas razões para que gostem de mim e ter paciência, para que a vida faça o resto.
Aprendi que não importa o quanto certas coisas sejam importantes para mim, tem gente que não dá a mínima e eu jamais conseguirei convencê-las.
Aprendi que posso passar anos construindo uma verdade e destruí-la em apenas alguns segundos. Que posso usar meu charme por apenas 15 minutos, depois disso, preciso saber do que estou falando. Eu aprendi... Que posso fazer algo em um minuto e ter que responder por isso o resto da vida. Que por mais que se corte um pão em fatias, esse pão continua tendo duas faces, e o mesmo vale para tudo o que cortamos em nosso caminho.
Aprendi... Que vai demorar muito para me transformar na pessoa que quero ser, e devo ter paciência. Mas, aprendi também, que posso ir além dos limites que eu próprio coloquei.
Aprendi que preciso escolher entre controlar meus pensamentos ou ser controlado por eles. Que os heróis são pessoas que fazem o que acham que devem fazer naquele momento, independentemente do medo que sentem.
Aprendi que perdoar exige muita prática. Que há muita gente que gosta de mim, mas não consegue expressar isso.
Aprendi... Que nos momentos mais difíceis a ajuda veio justamente daquela pessoa que eu achava que iria tentar piorar as coisas.
Aprendi que posso ficar furioso, tenho direito de me irritar, mas não tenho o direito de ser cruel. Que jamais posso dizer a uma criança que seus sonhos são impossíveis, pois seria uma tragédia para o mundo se eu conseguisse convencê-la disso. Eu aprendi que meu melhor amigo vai me machucar de vez em quando, que eu tenho que me acostumar com isso. Que não é o bastante ser perdoado pelos outros, eu preciso me perdoar primeiro.
Aprendi que, não importa o quanto meu coração esteja sofrendo, o mundo não vai parar por causa disso. Eu aprendi... Que as circunstâncias de minha infância são responsáveis pelo que eu sou, mas não pelas escolhas que eu faço quando adulto.
Aprendi que numa briga eu preciso escolher de que lado estou, mesmo quando não quero me envolver. Que, quando duas pessoas discutem, não significa que elas se odeiem; e quando duas pessoas não discutem não significa que elas se amem.
Aprendi que por mais que eu queira proteger os meus filhos, eles vão se machucar e eu também. Isso faz parte da vida.
Aprendi que a minha existência pode mudar para sempre, em poucas horas, por causa de gente que eu nunca vi antes.
Aprendi também que diplomas na parede não me fazem mais respeitável ou mais sábio.
Aprendi que as palavras de amor perdem o sentido, quando usadas sem critério. E que amigos não são apenas para guardar no fundo do peito, mas para mostrar que são amigos.
Aprendi que certas pessoas vão embora da nossa vida de qualquer maneira, mesmo que desejemos retê-las para sempre.
Aprendi, afinal, que é difícil traçar uma linha entre ser gentil, não ferir as pessoas, e saber lutar pelas coisas em que acredito.

Charles Chaplin


12 de junho de 2011

Amor é síntese


Por favor, não me analise
Não fique procurando cada ponto fraco meu.
Se ninguém resiste a uma análise profunda,
Quanto mais eu...

Ciumento, exigente, inseguro, carente
Todo cheio de marcas que a vida deixou
Vejo em cada grito de exigência
Um pedido de carência, um pedido de amor.

Amor é síntese
É uma integração de dados
Não há que tirar nem pôr
Não me corte em fatias
Ninguém consegue abraçar um pedaço
Me envolva todo em seus braços
E eu serei o perfeito amor.

8 de junho de 2011

I can't take my eyes off you

Pra quem falou que no meu blog só tinha coisa triste, vou por uma música mais agitadinha :)

MUSE - I can't take my eyes off you

video

You're just too good to be true / Você é muito boa para ser verdade
Can't take my eyes off you / Não posso tirar meus olhos de você
You feel like heaven to touch / Você é como o céu a se tocar
I wanna hold you so much / Eu quero tanto te abraçar
At long last love has arrived / Desde que o amor chegou
And I thank God I'm alive / E eu agradeço a Deus por estar vivo
You're just too good to be true / Você é muito boa para ser verdade
Can't take my eyes off you / Não posso tirar meus olhos de você

Pardon the way that I stare / Perdoe o jeito que eu te encaro
There's nothing else to compare / Não há nada para se comparar
The sight of you makes me weak / Um sinal seu e eu estremeço
There are no words left to speak / Não sobram palavras para dizer
So if you feel like I feel / Então se vc sente como eu sinto
Please let me know that it's real / Por favor deixe-me saber que é real
You're just to good to be true / Você é muito boa para ser verdade
Can't take my eyes off you / Não posso tirar meus olhos de você

I love you baby, and if it's quite alright / Eu te amo baby, e se está tudo certo
I need you baby to warm the lonely nights / Eu preciso de você baby, para esquentar minhas noites solitárias
I love you baby, trust in me when I say / Eu te amo baby, acredite em mim quando eu falo
Oh pretty baby, don't bring me down I pray / Oh amorzinho, não me decepcione, eu peço
Oh pretty baby, now that I've found you, stay / Oh amorzinho, agora que te encontrei, fique
Let me love you baby, let me love you / Deixe-me te amar baby, deixe-me te amar

6 de junho de 2011

Eu te amo


Eu te amo em palavras
Sem mistérios
No reflexo dos teus olhos
Eu encontro o alvo da minha paixão.

Eu te amo confessadamente indefeso
Em madrugadas inquietas
Sonhos loucos de amor.

Eu te amo em teias
Sem tramas
De janelas abertas
Com a alma em chamas.

Eu te amo como um mantra
Que guardo em segredo no meu coração.